Quem Somos


Conta a lenda que tão logo o sol girou ao redor da Terra e os raios da manhã tocaram a testa, a cabocla gritou:

- Sou Jurema!

Filha de Tupinambá, a cabocla valente foi a primeira guerreira mulher e é reverenciada nas tradições afro-brasileiras: a índia do penacho verde-da-cor-do-mar é a própria representação da mãe divina.

Inspirado na força da ancestralidade brasileira, o Canto de Jurema é uma das sementes que pretende fazer florir uma sociedade mais sustentável, equilibrada e próspera.

O Canto de Jurema é um lugar de cura, de encontros e de aprendizados. Acima de tudo, de total respeito e integração com o meio ambiente e com as comunidades locais, tentando evoluir constantemente, sempre no caminho do meio. O projeto construtivo de nossas acomodações segue as premissas da bioconstrução e da arquitetura de baixo impacto ambiental desde o primeiro tijolo, feito de adobe.

É o destino ideal para quem busca equilibrar-se junto ao mar calmo e vegetação exuberante, também para quem busca experiências holísticas, turismo colaborativo e aprender sobre técnicas sustentáveis de construção. O propósito é atender as necessidades individuais e coletivas de vários perfis de frequentadores, sempre observando o bem estar e a conveniência de cada um.

Acreditamos que integração e respeito à natureza devem andar lado a lado com o progresso da comunidade e com a inevitável expansão ocupacional de Corumbau. O Canto de Jurema vem ensinar a arte de morar com saúde em harmonia com a natureza. Como consequência, irá alavancar o turismo da região e gerar renda para toda comunidade.


CONFIRA

NOSSAS ACOMODAÇÕES

Chalé Sol

Casa completa, com cozinha, sala de estar, ar condicionado, banheiro privativo e panorâmico.

Adobe: equilíbrio energético e trabalho artesanal

Todos os 2500 tijolos do chalé SOL, foram feitos aqui mesmo. Por nós mesmos, com nossas mãos e pés.
O tijolo de adobe é uma mistura de casca de coco seca, esterco/fibra curta e terra, secos ao sol ou sombra. A utilização da terra crua na edificação mantém o equilíbrio térmico da e possui fortes propriedades terapêuticas e ainda é uma forma de resgate ancestral não só das técnicas, mas do trabalho artesanal em grupo.

REPENSAR, REUTILIZAR, REAPROVEITAR, RECICLAR

Na construção do Chalé foram empregadas uma serie de técnicas de bioconstrução, tais como: Telhado Jardim; Reaproveitamento de vidros de carro; Reaproveitamento de sobras de madeira; Reaproveitamento de Garrafas; ventilação cruzada; iluminação natural e demais iniciativas que garantem um ótimo conforto térmico.
Para quem ainda assim sente muito calor, ele possui ar condicionado.

Bacana - Glamping

Quarto duplo com banheiro compartilhado

Uma barraca misturada com uma Cabana, com conforto de hotel e experiência acampar As Bacanas são quartos de 14m2, feitos de forma artesanal utilizando barro (técnica Pau a Pique), telhas térmicas feitas de caixinha de leite/suco reciclada, madeira de reflorestamento e muita energia positiva.
Cada uma das Cabanas conta uma história e tem um design diferente, que foi sendo criado à medida que se caminhava.
A tinta da parede utiliza apenas pigmentos naturais, da própria argila local.
Ah o barulho da mata.... Nas cabanas, surpreende-se com a experiência de escutar todo esplendor da natureza, porém protegido por mosquiteiro e com ventilador de apoio.
Todas as cabanas podem ser montadas como 1 casal de 1,80 x 2,00, ou 2 camas de solteiro de 0,90x2,mm.